Entre
dois Caminhos

Conexão Caminho da Costa e Caminho Primitivo. O peso de Oviedo nas peregrinações jacobeias foi muito importante desde os inícios mesmos do Caminho. Não era para menos. Além de ser o lugar onde teve o seu trono o rei que descobriu o sepulcro do apóstolo e ordenou levantar sobre ele o que foi o primeiro antecedente da atual basílica compostelana, custodiavam-se na sua Câmara Santa importantes relíquias, que ficaram em descoberto na segunda metade do século XI.
Caixa das Ágatas (Catedral de San Salvador - Oviedo)Caixa das Ágatas (Catedral de San Salvador - Oviedo).

Não é de estranho que os outros dois grandes Caminhos que, juntamente com o Primitivo, discutiam na época a primazia dos itinerários compostelanos, não demorassem em desenvolver ramais que os ligassem à via de peregrinação original.

Guardavam-se estas dentro de uma caixa de carvalho, a chamada Arca Santa, que tinha chegado a Oviedo no século IX após um longo périplo que se iniciou em Jerusalém, ao redor do ano 614, e concluiu nos domínios de Afonso II após passar por Cartagena, Sevilha, Toledo e Monsacro. Muitos anos depois, em 1075, quando Afonso VI visitou a velha capital asturiana, revelou-se o seu mistério.

AS ETAPAS

  • 1. Casquita - La Pola Siero/Pola de Siero 22,0 km
  • 2. La Pola Siero/Pola de Siero - Oviedo 17,3 km
Ponto de partida da conexão Caminho da Costa e Caminho Primitivo (Villaviciosa) Ponto de partida da conexão Caminho da Costa e Caminho Primitivo (Villaviciosa).
Mapa da conexão Caminho da Costa e Caminho Primitivo

Acompanhava ao monarca uma comitiva em que, segundo a lenda, se encontrava o próprio Cid Campeador e aproveitando a sua presença na antiga corte se realizou uma cerimónia solene onde a Arca ficou aberta e o seu conteúdo exposto diante dos olhos da cristandade inteira.

Encontraram-se ali, sempre segundo as fontes da época, ossos de diversos santos, restos do sudário de Jesus -o hoje conhecido como Santo Sudário-, espinhos da sua coroa, uma sandália de São Pedro, leite da Virgem... Todo um arsenal que reforçou a reputação de Oviedo, que tinha decaído ao perder a sua condição de sede régia, e fez com que se instalasse de novo nas preferências de quantos romeiros se propunham abandonar os seus lares para se encaminhar para a tumba de Santiago.

Peregrinos em La Rivera (Valdediós - Villaviciosa)Peregrinos em La Rivera (Valdediós - Villaviciosa).
O percurso

Entre a vertente asturiana do Caminho da Costa e o Caminho Primitivo, essa ligação parte da aldeia de Casquita, muito perto de Villaviciosa, e entra-se entre as montanhas à procura de Oviedo seguindo dois possíveis desvios que confluem no alto da Campa.

Não será preciso dizer que a ligação entre o Caminho da Costa e o Caminho Primitivo passa pelo interior, atravessando orografias que não resultam complexas, mas sim um pouco mais árduas que as que até agora atravessavam os peregrinos que vinham seguindo a linha de costa. Após deixar para trás Casquita e chegar a San Pedru de Ambás/Ambás, abrem-se perante os romeiros duas opções.

San Salvador de Valdediós (Villaviciosa)San Salvador de Valdediós (Villaviciosa).

A primeira consiste em seguir o itinerário oficial, enquanto a segunda permite visitar o mosteiro de Santa María la Mayor de Valdediós.

Cabe dizer que esta opção é a mais interessante. Em primeiro lugar, porque o cenóbio gozou de grande importância na Idade Média e apresenta uma formosa fatura românica definida pela austeridade de que sempre fez gala à Ordem de Cister se, mas também porque junto a ele se encontra a igreja pré-românica de San Salvador de Valdediós, apelidada de Conventín, precisamente, pela sua proximidade do grande convento. Acredita-se que foi levantada em tempos do rei Afonso III, e sabemos que à sua consagração assistiram sete bispos, o que dá boa conta da sua relevância.

Vale do SariegoVale do Sariego.
Trata-se de um dos edifícios mais emblemáticos da Arte Asturiana, e destacam-se nele, além da leveza das suas proporções, as suas trabalhadas gelosias e umas pinturas murais que ainda permitem fazer-se uma ideia do esplendor de que pôde gozar este pequeno templo nas suas melhores épocas.

Ambos os itinerários, o oficial e o de Valdediós, voltam a encontrar-se no alto da Campa. Dali, os peregrinos devem dirigir-se a Várzea de Sariego para continuar depois até La Pola Siero/Pola de Siero por uma rota alternativa ao tráfego rodoviário que os levará por El Castru, Aveno, a ermida da Virgen de Bienvenida e a ponte de Recuna.

La Pola Siero/Pola de SieroLa Pola Siero/Pola de Siero.
La Pola Siero/Pola de Siero é uma das povoações mais vivas e animadas da Astúrias. Conta com uma grande tradição gastronómica, e no seu calendário figuram festas que se encontram entre as mais frequentadas de toda a comunidade autónoma. Dali, só restará atravessar El Berrón, Fonciello, o palácio de Meres, San Pedro de Granda, Colloto/Cualloto e o bairro de Cerdeño para desembocar em Oviedo e, perante as portas da catedral, começar a seguir as rotas do Caminho Primitivo.

Pórtico da Catedral de San Salvador (Oviedo)Pórtico da Catedral de San Salvador (Oviedo).
Catedral de San Salvador (Oviedo)Catedral de San Salvador (Oviedo).

Itinerário e etapas da conexão Caminho da Costa e Caminho Primitivo

Casquita-Oviedo: 39,3 km.
Casquita - La Pola Siero/Pola de Siero - 22,0 km
Casquita | San Pedru de Ambás/Ambás | Valdediós | Alto de la Campa | Vega de Sariego | El Castru | Aveno | La Pola Siero/Pola de Siero
La Pola Siero/Pola de Siero - Oviedo - 17,3 km
La Pola Siero/Pola de Siero | El Berrón | Fonciello | Meres | San Pedro de Granda | Colloto/Cualloto | Cerdeño | Oviedo
Subir al inicio