• Español
  • English
  • Français
  • Deutsch
  • Italiano
  • Portugués

Turismo activo.
Active-se nas Astúrias


O turismo activo e desportivo é uma modalidade regulada e ordenada para usufruir com a máxima segurança. Além dos singulares espaços naturais, existe uma grande variedade de instalações que complementam a oferta e um catálogo de actividades para todos os gostos e formas físicas.

Os recursos são quase inesgotáveis. Uma intrincada rede de caminhos de grande e pequeno percurso (GR e PR) sulcam as reservas da Biosfera da UNESCO, o parque nacional, e os parques e monumentos naturais, além do litoral.
Ciclismo BTT nas Astúrias

Recomendamos...

A não perder...
  • Descidas de canoa ou caiaque em alguns dos nossos rios: Sella, Nalón e Navia.
  • Rota do Cares.
  • Subida ao Picu Urriellu.
  • De bicicleta nas nossas vias verdes: Senda do Urso, Turón ou de Eo.
  • Surf em Frexulfe, Xagó, Peñarronda,...
  • Estâncias de Inverno: Valgrande-Pajares e Fuentes de Invierno.

Todos estes cenários abrem um mundo de possibilidades. Os adeptos das caminhadas dispõem de percursos com diferentes níveis de exigência.

Os pequenos mas caudalosos rios são muito versáteis e dispõem de uma cuidada gestão que combina a preservação do ecossistema com as actividades desportivas. O escarpado perfil dos Picos da Europa é um reclame para escaladores e amantes do trekking. O desnível das estradas de montanha cativa os ciclistas esforçados, tal como as cuidadas vias verdes. Os cumes, no Inverno, atraem os esquiadores. As águas do Cantábrico são a guarida ideal para os amantes das disciplinas náuticas.

Esqui em Fuentes de Invierno

Uma descida internacional

A Descida Internacional do Sella, no primeiro sábado do mês de Agosto, se não calhar a dia 1 ou 2, entre Les Arriondes/Arriondas e Ribeseya/Ribadesella, é uma prova de repercussão mundial, conhecida como Les Piragües. Foi criada por Dionisio de la Huerta depois de desfrutar de um passeio entre as localidades de Coya e Infiesto em 1929. O programa conta com uma parte lúdica, com festa, pregão e desfile de carros alegóricos, e outra desportiva com os melhores canoístas de longas distâncias.

Descida Internacional do Sella
Dos traçados dos Picos da Europa às rotas de Redes, desfiladeiros como o de Las Xanas ou os caminhos de acesso a cascatas. É possível emular os grandes escaladores do ciclismo em cenários lendários, como o Angliru e Los Lagos, organizar saídas em duas rodas por nossa conta ou seguir itinerários traçados, como o anel ciclista da Montanha Central. Não é preciso ter uma especial forma física, só um pouco de habilidade e boa disposição, para descer de canoa rios como Navia, Nalón, Cares ou Sella, entre outros. Nestes leitos é possível mergulhar em poças como a Olla de San Vicente ou praticar rafting e canoagem.

Rafting
Olla de San Vicente
A pesca do salmão tem uma interessante divisão em zonas livres e coutos, adjudicados por sorteio no início da época entre os praticantes federados.

Os caçadores de ondas têm o seu lugar. O surf está presente nos areais mais abertos do Cantábrico: Tapia de Casariego, Salinas, Rodiles ou Gijón/Xixón são alguns exemplos. Outras pranchas, as de esqui e snowboard, também são bem-vindas. Desfrute das duas estâncias públicas asturianas, Valgrande-Pajares e Fuentes de Invierno, com uma vasta rede de recursos complementares, com percursos em raquetes ou esqui de fundo.

Existe uma abundante oferta de turismo activo. Só é preciso decidir entre fazer um percurso a cavalo, voar em parapente, tornar-se num espeleologista que percorre o paraíso subterrâneo, conduzir um quad por caminhos rurais, voar de ultraleve...

Caminhadas

O íman dos escaladores

Pedro Pidal e Gregorio Pérez, El Cainejo, foram os primeiros a atingir o cume do Picu Urriellu (Naranjo de Bulnes), a hipnótica montanha que, a determinada hora do dia, graças à luz do sol, emana reflexos alaranjados. Era dia 5 de Agosto de 1904 e estavam a fazer História. Abriram uma das vias mais complicadas com um material rudimentar e demonstraram o bom resultado de unir os conhecimentos técnicos de um nobre e estudioso – Pidal era jurista e marquês de Villaviciosa – à intuição de um guia do lugar, El Cainejo, que fez grande parte da subida descalço. O Urriellu tornou-se um íman internacional.

Picu Urriellu (Naranjo de Bulnes)
Canoagem