Informações úteis

Sobre o Caminho

O Caminho de Santiago divide-se em etapas que têm o seu princípio e o seu fim em rotas de populações, em cujos albergues —privados ou públicos— se pernoita. A rota está sinalizada com a imagem de uma vieira, molusco típico das costas galegas, que age desde o Medieval como símbolo das peregrinações compostelanas. Isso deve-se ao facto de os primeiros caminhantes para a tumba do apóstolo costumarem pendurar uma concha do seu fato uma vez chegados a Santiago, para que no trajeto de volta aos seus lares os que se cruzavam com eles soubessem que se estavam a regressar de Compostela.


O Caminho de Santiago é uma experiência reconfortante, mas também dura. Convém ter uma aceitável forma física e realizar pequenos exercícios antes de empreender a viagem.

Recomenda-se começar nas caminhadas uns meses antes de começar a peregrinação, assim como utilizar calçado cómodo que se tenha usado anteriormente. Aconselha-se levar sandálias ou chinelos para calçar uma vez no destino, quando for preciso deixar respirar o pé. É preciso levar creme solar, impermeável e um kit de primeiros socorros mínimo para emergências, convém que a mochila não seja muito pesada. As recomendações insistem em que não deve ultrapassar os dez quilos de peso. Uma lanterna, de mão ou frontal, e um bastão para caminhar são também ferramentas indispensáveis.
Material do peregrino

La Compostela

Todo o peregrino deve obter as suas credenciais. Apesar de que a maioria dos romeiros levam consigo, ao empreender o seu caminho, um caderno com quadrículas em que vão estampando os sucessivos os carimbos, qualquer suporte vale para deixar constância da passagem até Santiago. Um simples caderno basta para obter o pertinente carimbo de cada lugar por que se passa. Igrejas, albergues, escritórios de turismo e outros estabelecimentos têm carimbos para acreditar que se está a fazer o Caminho. Os carimbos permitem alojar-se nos albergues e no final do Caminho permitem conseguir la Compostela, um certificado expedido na catedral de Santiago àqueles peregrinos que tenham percorrido um mínimo de 100 quilómetros a pé ou a cavalo e 200 quilómetros em bicicleta.
Albergue de peregrinos San Juan Villapañada (Grado)Albergue de peregrinos San Juan Villapañada (Grado).
Dormir no Caminho

Albergue de peregrinos (Salas)Albergue de peregrinos (Salas).
Dado que o Caminho se faz caminhando, é evidente que um bom descanso facilita muito as coisas quando chega o momento de calçar as botas, colocar a mochila às costas e iniciar uma nova etapa.

Os caminhos compostelanos que percorrem as Astúrias contam com uma dotação suficiente de estabelecimentos para que todos os peregrinos encontrem um refúgio onde possam dormir um sono reparador ao terminar cada etapa.

Aos albergues públicos é preciso somar os de titularidade privada, e a estes as hospedagens de diversa índole, como hotéis e pensões, que proliferam em boa parte das localidades, vilas e povoados por onde passam os seguintes itinerários.

Procure o seu albergue de peregrinos...

Uma experiência diferente

Nesta secção poderá encontrar uma série de iniciativas, que se encontram à disposição dos peregrinos, para que esta experiência seja um pouco diferente.

El Castillo (Soto del Barco)El Castillo (Soto del Barco).
O Caminho com correos: antes, durante e depois

Correos é o companheiro de viagem perfeita para os peregrinos com as suas três opções para desfrutar de um Caminho de Santiago cómodo e fácil.

Mais informações e condições específicas::
elcaminoconcorreos.es

Peregrinos pelas Astúrias, de hotel em hotel

Percorrer o Caminho alojando-se numa seleção de hotéis com serviços pensados especialmente para os peregrinos.

Mais informações e condições específicas:
peregrinosporelnorte.com

Passagem do Peregrino na Comarca de la Sidra

Obter o melhor dos descansos, desfrutando dos alojamentos da Comarca da Sidra com uma proposta muito especial.

Mais informações e condições específicas:
lacomarcadelasidra.com

PeregrinandOviedo

Visita cultural teatralizada, pela mão de um peregrino do século X, e de um guia oficial, percorrendo as origens e vivendo a experiência das peregrinações.

Mais informações e condições específicas:
peregrinandoviedo.com

Subir al inicio