Pelos caminhos reais e a Rota Compostelana

Oviedo/Uviéu é a capital do Principado das Astúrias. Muito perto estão Llanera, Noreña e Siero, que fazem parte da Comarca del Nora. No caso de Llanera pode-se realizar a rota dos Palácios. Os amantes do automobilismo têm ali o circuito e Museu Fernando Alonso. Entre as suas celebrações destaca-se a festa dos Exconxuraos. Quanto a Siero, é preciso destacar o seu passado mineiro, algo que fica patente nas estruturas de poços mineiros e poços como Pumarabule e Mosquitera. Tudo isso se pode viver mais de perto se se realizar a rota mineira de Jovellanos.

Surpreende também o importante número de palácios e casarões brasonados. Siero é também conhecido pela sua produção de sidra, pois é o terceiro concelho lagareiro da região. Entre as suas festas mais emblemáticas estão a dos Huevos Pintos e a do Carmín de La Pola Siero. Finalmente, e uma vez em Noreña, a capital chacineira por excelência das Astúrias, no que toca comer, chegada a temporada, são os calos, mas também o cozido com moscancia ou o sabadiego. Tão importante é aqui a sua indústria de acrnes e o porco que até a este lhe foi dedicada uma estátua, situada muito perto da Câmara Municipal.
Festa dos Exconxuraos (Llanera)Festa dos Exconxuraos (Llanera).
Festa dos Huevos Pintos. La Pola SieroFesta dos Huevos Pintos. La Pola Siero.

Las Regueras é um concelho cheio de história e tradição, que atravessa o Caminho de Santiago.

Peregrinos também são os que passam por Las Regueras, concelho, que juntamente com Santo Adriano, Proaza, Quirós, Teverga, Grado, Candamo, Yernes y Tameza, Belmonte de Miranda e Somiedo fazem parte do nome de Camín Real de la Mesa. O Camín foi durante toda a Idade Média o lugar por onde transitavam pessoas, gado e mercadorias entre as Astúrias e Castela.
Caminho de Santiago (Grado)Caminho de Santiago (Grado).
Entre os seus edifícios de interesse estão a igreja pré-românica de San Pedro de Nora, de finais do século IX, e as termas romanas de Valduno. Entre os seus monumentos naturais encontramos os meandros do Nora. Possui um importante património etnográfico, do qual um dos seus grandes representantes é o Molín de Picarín. Conta com um albergue de peregrinos.

Rota do UrsoRota do Urso.
Caminho já dos Vales do Urso, o viajante chega até Santo Adriano, onde se inicia a Rota do Urso, construída sobre o traçado de um antigo comboio de mineração. Com um total de 29 quilómetros, apesar de haver quem goste de o percorrer, outra boa parte dos viajantes opta pela bicicleta, que se alugam em diferentes trechos do percurso. Em Santo Adriano está o templo pré-românico de Santo Adriano de Tuñón. Na área recreativa de em Buyera está o cercado onde vivem as ursas "Paca" e "Molina". E durante muitos anos também a ursa "Tola", falecida em janeiro de 2018. De Villanueva, capital do concelho, parte a popular Rota do Desfiladeiro das Xanas, que termina em Pedroveya, em Quirós.

Igreja pré-românica de Tuñón (Santo Adriano)Igreja pré-românica de Tuñón (Santo Adriano).
Rota diante chega-se a Proaza, com um importante número de hotéis e restaurantes na sua capital. Além da citada rota que o cruza, existem várias rotas. Um dos povoados mais chamativos é o medieval de Banduxu, ao qual pode subir caminhando ou de carro. Depois a Rota do Urso bifurca-se em dois ramais que convidam a entrar em Quirós ou bem Teverga. Se se optar por Quirós, destacar, por exemplo, que, além da preciosa barragem de Valdemurio, outro dos seus povoados lindíssimos é Bermiego, onde existem um dos teixos mais famosos. Lugares com especial encanto são a ermida da Virgen de Alba e os moinhos do Corroriu. Em Bárzana, a capital, existe um importante número de restaurantes e serviços de todo o tipo. É indispensável visitar o seu museu etnográfico.

Banduxu (Proaza)Banduxu (Proaza).
Parque Natural de Las Ubiñas-La MesaParque Natural de Las Ubiñas-La Mesa.
Quanto a Teverga, em Samartín, os amantes das visitas culturais devem conhecer a colegiada de San Pedro. No interior há um museu, onde se encontram os cadáveres mumificados do marquês de Valdecarzana e do seu filho Pedro de Miranda, abade da colegiada desde 1690 a 1720. Juntamento com Quirós e Lena faz parte o Parque Natural de Las Ubiñas-La Mesa. Entre algumas dessas grandes joias naturais estão Cueva Huerta e os portos de Marabio.


O faial de Montegrande e a cascata do Xiblu são imprescindíveis na agenda de todos os amantes da natureza.

Cascata do Xiblu (Teverga)Cascata do Xiblu (Teverga).
Também em Teverga existem manadas de pastorícia com presença de cabanas, teitos e corros. Uma dessas brañas é a das Cadenas, onde existem corros e cabañas. Quanto às brañas onde se podem ver teitos (de pedra e cobertura de piorno ou vassoura), dos que existem catalogados no concelho trinta e nove, estas são as de Fonfría, El Valle, Tuiza, Llamaraxil e El Rebellón. Entre os centros museológicos relevantes encontra-se aqui também o Parque da Pré-História. E um grupo de povoados lindíssimos são os chamados de Privilégio: Parmu, La Vil.la de Su e, sobretudo, La Foceicha.

Parque da Pré-História de TevergaParque da Pré-História de Teverga.
Silviella (Belmonte de Miranda)Silviella (Belmonte de Miranda).
Quanto a Belmonte de Miranda, como Somiedo, é também território de ursos. Em Belmonte/Balmonte capital está a Casa do Lobo, cuja visita se combina com outra ao cercado de lobos, enquanto em Silviella existeuma das áreas recreativas mais bonitas da zona. Subindo para o bonito povoado de Bixega encontram-se algumas das suas brañas que contam, além do mais, com rotas sinalizadas: são a de Fuexos, do povoado de Montoubu e das da Vaqueira, Castañal e Calzada Romana.


Somiedo, por outro lado, envolve desde o primeiro minuto em que se descobre. Grandes vales abertos, montanhas, lagos, bosques, povoados... e tudo isso no meio de uma natureza extremamente generosa.

Braña de la Pornacal (Somiedo)Braña de la Pornacal (Somiedo).
É, sem dúvida, o reino do urso pardo, cujos avistamentos são cada vez mais frequentes. O Parque Natural de Somiedo é composto por quatro vales:Somiedo, Pigüeña, Valle e Saliencia. Visita obrigatória aqui é a do Ecomuseu de Somiedo, em Caunedo. Por citar ficam algumas das suas brañas, pois são muitas, e onde chama a atenção do viajante as construções ali levantadas e conhecidos como teitos, com os seus telhados de vassoura, são as de Sousas, Mumián, as de Saliencia e La Pornacal. Pola de Somiedo, Caunedo, La Rebollada, La Peral, Arbellales e o mesmo porto são aldeias, por citar apenas algumas, de que o viajante também irá gostar, tanto ou mais do que dos impressionantes lagos de Saliencia. Existem muitas rotas. Para as conhecer, é melhor dirigir-se ao Centro de Receção e Interpretação do Parque Natural de Somiedo, em Pola de Somiedo.

Subir arriba
À espera dos resultados...
À espera dos resultados...